As varizes sempre pioram durante a gravidez?

Que as grávidas têm propensão à desenvolver varizes, isso todo mundo sabe, mas será que tem como evitar que elas piorem nesse período? É exatamente isso que veremos à seguir.

Primeiramente, é bom saber que as varizes são aquelas veias que ficaram dilatadas e tortuosas, por causa do mal funcionamento  da circulação sanguínea, Varizero é um creme para varizes que funciona porque age melhorando esta questão, é o melhor tratamento que pode ser feito em casa mesmo, e pode ser utilizado antes ou após a gravidez.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular (SBCV), as mulheres são as mais acometidas pelo problema, sendo durante a gravidez, particularmente, que as mulheres são mais afetadas.

Por isso, é fundamental muita atenção ao problema, especialmente, nessa fase, em que os sintomas das varizes, infelizmente, costumam piorar.

Atenção redobrada no último trimestre da gestação

É preciso saber que, embora os sintomas das varizes piorem a partir do segundo trimestre, eles se intensificam ainda mais nos últimos três meses de gestação, e isso devido ao aumento uterino, que acaba comprimindo as veias da pelve materna, dessa forma, diminuindo o retorno venoso dos membros inferiores.

Outro ato que contribui para a piora dos sintomas é o aumento significativo do peso e o tamanho do bebê no fim da gestação, agravando a sensação de peso e queimação nas pernas, entre as maiores queixas das futuras mamães.

E mais, além das veias varicosas ficarem mais visíveis durante os último trimestre, a gestante também pode sofrer com inchaço, mudanças na coloração da pele, coceira e câimbras.

Como amenizar os sintomas das varizes

Não existe mágica, para poder passar pelo transtorno da melhor forma possível, a gestante precisa tratar para impedir que o quadro se agrave.

Como medidas de tratamento, geralmente, são recomendados alguns cuidados como, por exemplo, o uso de meias de compressão e, quando o quadro for mais grave, também é necessário recorrer à medicações tópicas, ou até orais, desde que com a devida prescrição médica.

Vale saber que na gestação, não é recomendável  o tratamento com escleroterapia.

Fora esses cuidados mencionados, o médico também poderá indicar algumas mudanças de hábitos, ou algumas medidas como adotar uma dieta equilibrada, rica em fibras, controlar o ganho de peso e, claro, praticar atividades físicas leves, como uma caminhada, por exemplo.

Na verdade, as gestantes podem se precaver, ou amenizar os sintomas de varizes de forma simples, desde procurando não ganhar muito peso, fazendo atividades físicas, visitando regularmente um angiologista ou cirurgião vascular, e usando as meias de compressão elástica.

Não podemos esquecer do fator hormonal que mexe com a grávida, em todos os aspectos, inclusive ocasionando varizes, que podem surgir ou aumentar durante a gravidez devido às alterações hormonais próprias deste período.

No mais, o útero expandido, da futura mamãe, aumenta a pressão venosa nos membros inferiores, aumentando também as chances de deformar os vasos, sem falar que, nessa fase, geralmente, a mulher costuma diminuir o ritmo de suas atividades físicas, as vezes, até abandonando por completo, seja por decisão médica ou por opção própria.

Leave a comment